Pizzarias Ecológicas Padarias Deliveries Buffets
Supermercados Restaurantes e Outros Shoppings Hotel, Motel e Flats
Churrascarias Trailers e Quiosques Condomínios Espaço Gourmet

PIZZARIAS ECOLÓGICAS

O FORNO QUE SUBSTITUI DE FORMA POLITICAMENTE CORRETA O FORNO A LENHA

O tradicional forno a lenha, indiscutivelmente tem o melhor resultado para assar a pizza. Foi com ele que ela nasceu. Porém, o forno a lenha depende também de sua boa construção para se auferir ou não um bom resultado. Se houver falha técnica na construção, ele estará comprometido. Hoje existe restrição de ordem ambiental para o uso da lenha, que além disso, pode vir úmida, bichada e com odor, como também criar problemas com o IBAMA.

Com o avanço tecnológico outros fornos existem na tentativa de com ele se equiparar. Temos fornos a gás ou elétrico.

O ideal para se conquistar um bom resultado é que a pizza receba “impacto calórico” adequado para que asse rapidamente (em 1 minuto e meio a dois minutos). Quanto maior for o tempo, pior será o resultado, pois a massa não encontrando ação calórica necessária não se desenvolverá como deve. A nosso ver, a importância maior é o “impacto calórico” produzido como o do forno a lenha. O Di Volpi FORNOFORTE apresenta dupla ação calórica, a do lastro por irradiação e a superior por propulsão convergente o que resulta em “impacto calórico”, tal e qual o forno a lenha.

Portanto, qualquer que seja o elemento produtor de calor: lenha, gás ou elétrico se for formada somente uma câmara calórica sem que haja o impacto, o resultado ficará a desejar.

O Di Volpi FORNOFORTE é compacto, a gás, o que possibilita que a boa pizza seja feita sem ocupar muito espaço; sem os inconvenientes da lenha; não necessitando de mão-de-obra especializada; em 15 minutos está pronto para operar diferentemente do forno a lenha, que requer horas para aquecê-lo. E o melhor, obtem-se como resultado uma pizza de igual qualidade.

Alguém questionará que o mesmo só assa uma pizza por vez. Porém, o que parece ser uma desvantagem não é. Explicamos. Se uma pizzaria tem quatro de nossos fornos em ação, se cair a demanda pode operar com um ou dois e deixar os outros em stand-by, o que racionaliza o trabalho e consumo de gás. Isto não acontece com o forno a lenha, cuja ação calórica precisa ser constantemente alimentada, quer tenha ou não demanda, para não perder o seu poder de fogo.

Um hábil forneador opera com facilidade de três a quatro fornos Di Volpi simultaneamente.

O forno é o finalizador. A abertura da massa e o recheamento, formam a retaguarda da operação. Isto para qualquer tipo de forno utilizado. Portanto, o forno precisa ser rápido para absorver o trabalho da retaguarda. O Di Volpi FORNOFORTE, por sua eficiência, praticidade e resultado apresentados é a grande solução.

A Eco Di Volpi pizzaria, instalada no bairro da Aclimação na cidade de São Paulo, casa com capacidade para 220 lugares, opera exclusivamente com o Di Volpi FORNOFORTE, o que comprova a eficácia do equipamento, pois, operando com sistema de rodízio de pizza, que exige grande capacidade produtiva, atende perfeitamente com qualidade a demanda.

A Eco Di Volpi é um modêlo de como pode ser viável uma pizzaria ECOLÓGICA, sem que fique prejudicada a qualidade da pizza; modêlo este, que pode se propagar atendendo a evolução dos tempos na contribuição a preservação do meio ambiente.


DI VOLPI FORNOFORTE - PLANTANDO O FUTURO!